Bem-vindo, Convidado! Registrar-se RSS

Intranet idsoluction.com

Segunda-feira, 23/10/2017
Início » 2014 » Junho » 15 » Como instalar uma distribuição Linux a partir de um pendrive
04:35:17
Como instalar uma distribuição Linux a partir de um pendrive

Pen drive

Quer ter a comodidade e facilidade de instalar uma distribuição Linux a partir de um dispositivo USB? Existem diversos softwares com esta capacidade, tanto para Windows quanto para Linux, mas, por questões de compatibilidade, facilidade de uso e instalação, escolhemos o LinuxLive USB Creator, também conhecido por LiLi.

Disponível para Windows (8, 7, Vista, XP), o LinuxLive USB Creator é um programa gratuito e Open Source, especialmente desenvolvido para facilitar a vida dos usuários na hora da criação de uma mídia de instalação Linux.

Devemos avisar ao leitor de que existem diversas maneiras de se atingir o objetivo proposto neste artigo. Além de existirem outros programas (Unetbootin, Universal USB Installer, etc.), também podemos fazê-lo manualmente, o que envolve descompactar a imagem ISO da distribuição Linux no pendrive e instalar um bootloader (geralmente o Syslinux).

Antes de começarmos, dê uma olhada na lista do que vamos precisar:

  • Computador rodando Windows 8, 7, Vista ou XP;
  • Pendrive (min. 1GB) formatado em FAT, FAT32 ou NTFS (não se preocupe, o LiLi vai resolver isso para você);
  • Conexão com a Internet para fazer o download da imagem ISO da distribuição escolhida.

Uma vez que o leitor tenha tudo isso em mãos, a primeira tarefa é baixar o LinuxLive USB Creator. Até a conclusão do artigo, a última versão disponível era a 2.8.29.

Quando o download terminar (são apenas 4.8 MB), execute o instalador (você vai precisar de privilégios administrativos para isso) e escolha o idioma de sua preferência.

LinuxLive USB Creator

O instalador está muito bem traduzido para o Português do Brasil.

Então, siga as instruções do assistente de instalação, que segue o melhor estilo "Next, Next, OK". Ao término do processo, o LiLi será iniciado automaticamente.

LinuxLive USB Creator

Não há necessidade de modificar nenhuma das opções, apenas avance para concluir a instalação.

Caso o leitor ainda não tenha plugado o pendrive no computador, agora é a hora. Para evitarmos futuras dores de cabeça, aproveite também para remover outros pendrives que por acaso estejam conectados, mas que não possam ter seu conteúdo apagado.

O primeiro passo é indicar qual pendrive será transformado em uma mídia de instalação. Se assim como o nosso, o pendrive do leitor estiver formatado em NTFS, uma mensagem de erro aparecerá informando para utilizar os sistemas de arquivos FAT ou FAT32. Não se preocupe com isso agora, apenas clique em OK.

LinuxLive USB Creator - Escolha Pendrive

Escolha o pendrive.

Passando para o segundo passo, precisamos indicar onde estão os arquivos de instalação da distribuição Linux que queremos em nosso pendrive. Nesta etapa, o leitor tem três opções: baixar manualmente a imagem (ISO / IMG / ZIP) do site do desenvolvedor, extrair de um CD/DVD já gravado ou deixar o LiLi fazer o todo trabalho sozinho.

Para permitir que todos possam seguir este tutorial, decidimos detalhar a terceira opção, mas, caso o leitor se sinta à vontade, é perfeitamente possível efetuar o download manualmente.

Clique no botão Download e, na próxima tela, utilize o menu para escolher uma das distribuições listadas. Para quem tem pouca ou nenhuma experiência com Linux, recomendamos o "Ubuntu 14.04 “Trusty Tahr” (Unity)" ou o "Linux Mint 16 “Petra” (MATE) DVD". Para os já iniciados, o "Fedora 20 “Heisenbug” (GNOME)" é uma boa pedida. Depois de escolher a distribuição Linux, clique no botão "Automaticamente" e aguarde o término do download.

LinuxLive USB Creator - Escolha Distro

Para os iniciantes, o Ubuntu é uma ótima opção.

Neste ponto, precisamos fazer alguns comentários. O primeiro deles, é que utilizando a função "Download", o LiLi lista apenas as versões 32 bits das distribuições Linux compatíveis. Para baixar as versões 64 bits, o leitor precisará realizar o download da distribuição manualmente na página do desenvolvedor.

Outra observação é que a interface traduzida para o português do Brasil, da versão que utilizamos para este artigo, apresenta um pequeno bug e não mostra o andamento do download. Apesar de ser um problema bastante chato, ele não chega a prejudicar a utilização do programa, pois assim que o download termina, é exibida uma tela informando qual versão foi baixada e se o arquivo está integro .

LinuxLive USB Creator - Distro OK

Interface mostrará o termino do download.

Como o "PASSO 3: PERSISTÊNCIA" não é uma etapa mandatória para a criação do nosso pendrive de instalação e pode acabar gerando alguns problemas, caso utilizada de maneira incorreta, aconselhamos o leitor a deixar as opções padrão e passar direto para o próximo passo.

No "PASSO 4: OPÇÕES", deixe marcada apenas a seguinte opção: "Formate o pendrive em FAT32 (isto apagará seus dados!!)". Feito isso, basta clicar no raio amarelo e aguardar o LiLi terminar de fazer o seu trabalho.

LinuxLive USB Creator - Opções

Os sinais verdes nos semáforos indicam que está tudo OK e que podemos prosseguir.

O tempo necessário para a conclusão da instalação vai depender de vários fatores, como tamanho da imagem selecionada, velocidade de gravação do pendrive e das opções marcadas. Utilizando um pendrive USB 2.0 genérico de 4 GB com 2,3 MB/s de gravação e as configurações apresentadas no artigo, o processo de instalação levou cerca de 8 min.

Se nenhuma mensagem de erro for exibida, neste ponto o leitor já será capaz de utilizar o pendrive como mídia de instalação da distribuição Linux escolhida. Além disso, no caso dos Ubuntu, Mint, Fedora e algumas outras distribuições, também é o oferecido um modo Live. Trata-se de um modo de operação em que o usuário pode testar o sistema operacional na sua forma final, com acesso à internet e todos os programas, como se ele estivesse realmente instalado na máquina.

Ubutnu 14.04 - Modo Live

Modo Live é uma ótima maneira de se acostumar com as diferentes distribuições Linux.

Como no modo Live o Linux está rodando diretamente do pendrive (alguns podem rodar da memória RAM), nenhuma alteração é feita no sistema operacional originalmente instalado no computador e, portanto, não existe risco de perda de dados. Basta reiniciar para voltar tudo ao normal, como se nada tivesse acontecido.

Para iniciar o seu computador do pendrive que acabamos de criar, reinicie o computador, acesse o Boot Menu (F8, F11, F12, dependendo do fabricante da placa-mãe), selecione o pendrive na lista e tecle ENTER. No caso de computadores um pouco mais antigos, será necessário entrar no BIOS (Delete, F2 dependendo do fabricante da placa-mãe) e configurar o pendrive como o dispositivo de boot primário.

Com o intuito de manter o procedimento fácil para todos, mostramos apenas os passos realmente necessários para a criação do pendrive de instalação. Desta forma, encorajamos todos os leitores a explorarem as demais funcionalidades do LinuxLive USB Creator.

Por incrível que pareça, uns dos principais obstáculos para os usuários começarem a utilizar Linux é que eles simplesmente não sabem por onde começar. Neste artigo, tentamos justamente quebrar esta barreira inicial.

Se este for o seu caso, não desanime! A melhor forma de iniciar é justamente criar um pendrive de instalação e testar o modo Live até se sentir confiante para uma instalação verdadeira. Não gostou do Ubuntu? Sem problemas! Experimente outras distribuições até encontrar uma que te agrade.

Este artigo faz parte de nossa biblioteca de conteúdo "Tudo o que você precisa saber sobre o Linux". Não deixe de acessar e conferir todo o conteúdo publicado sobre o Pinguim.

Visualizações: 59 | Adicionado por : PetterHeino | Ranking: 0.0/0
Total de comentários: 0
Nome *:
Email *:
Código *: