Bem-vindo, Convidado! Registrar-se RSS

Intranet idsoluction.com

Quarta-feira, 22/11/2017
Início » 2014 » Fevereiro » 19 » Lenovo entra no mercado de servidores em parceria com a EMC
01:40:18
Lenovo entra no mercado de servidores em parceria com a EMC
Joarez Bertholdo, diretor executivo de vendas corporativas da Lenovo no Brasil durante apresentação

Joarez Bertholdo, diretor executivo de vendas corporativas da Lenovo no Brasil durante apresentação

A Lenovo anunciou nesta terça-feira (18) sua entrada no mercado de servidores em parceria com a gigante de software corporativo EMC. A companhia irá lançar produtos voltados para pequenas e médias empresas. Os aparelhos começam a ser vendidos em março deste ano.

Devido à joint-venture das empresas, toda a linha de servidores contará com a solução de storage da EMC.

Os servidores TS140, RD540 e o RD640 serão os primeiros fabricados pela Lenovo no Brasil, na cidade paulista de Itu, onde são montadas unidades das linhas Think e LGT, com cerca de mil funcionários. A placa-mãe dos servidores será fabricada na planta de Manaus – que veio para a Lenovo após a compra da CCE – e o software de storage será desenvolvido em Campinas.

O chamado ThinkServer TS140 conta com provessador Intel Xeon para gerenciamento remoto. Há diversas opções de RAID para a proteção de dados, com até quatro compartimentos de disco.

A linha de alto desempenho conta com dois integrantes: o ThinkServer RD540 e o 640. Ambos têm armazenamento, rede e opções de RAID para atividades de computação intensiva e transferência de dados. O processador dessas máquinas é um Intel Xeon E5-2600 v2, com 24 cores e 320 GB de memória para análise de dados e virtualização. A diferença do RD640 é que ele conta com mais opções de conectividade corporativa.

A meta da Lenovo é assumir a liderança desse novo segmento nos próximos dois anos.

"No Brasil tivemos um grande crescimento após a criação desta fábrica”, declarou Dan Stone, presidente da Lenovo no Brasil e América Latina, referindo-se ao fato de que a empresa assumiu a liderança do mercado, deixando a Positivo em segunda posição no segmento de PCs.

"O Brasil tornou-se um centro de criação que será base para todo o mundo”, fazendo referência a parceria com a Unicamp, anunciada no ano passado.

"Este é o primeiro passo, no Brasil, para o desenvolvimento de tecnologia que vai acelerar e ampliar as capacidades da Lenovo no segmento de servidores”, afirma Joel Schwartz, vice-presidente e diretor mundial de desenvolvimento de novos produtos da EMC Coportation.

A EMC fez uma aliança nos anos 1980 com a Dell, que chegou ao fim em 2007 apesar do sucesso obtido nesse períodos. "Procuramos então uma empresa que quisesse ser forte no segmento de servidores. Depois de muita pesquisa, encontramos a Lenovo”, declarou Schwartz. A parceria com a EMC começou em 2011, mas chega ao mercado agora.

Além disso, a Lenovo anunciou ainda o lançamento de workstations. Os modelos chamados ThinkStation E32, S30 e D30 são voltados para os segmentos de arquitetura, engenharia, construção, mídia, óleo e gás, finanças, educação e saúde. Os aparelhos serão vendidos por a partir de 4,5 mil reais.

A novidade foi divulgada em um evento para jornalistas no complexo fabril da empresa, em Itu (SP), inaugurado há um ano e meio.

A Lenovo teve receita de 34 bilhões de dólares em 2013 e conta com 46 mil funcionários após a compra da Motorola no fim do mês passado.

CCE - A marca brasileira CCE continuará existindo. "Recentemente, levamos os produtos para a Colômbia. Vamos levar a marca brasileira para a América Latina”, disse Stone.

O executivo também disse que a Motorola Mobility será mantida. "Nossos planos são de fazer a empresa crescer”.

Visualizações: 32 | Adicionado por : PetterHeino | Ranking: 0.0/0
Total de comentários: 0
Nome *:
Email *:
Código *: